terça-feira, 28 de abril de 2009

Peste branca

Apesar dos avanços da medicina e da indústria farmacêutica, muitas doenças que já poderiam ter sido erradicadas do planeta ainda resistem, matando milhões de pessoas. Entre elas, merece destaque a tuberculose, conhecida há seis mil anos e curável pelo menos há 60. Mesmo assim, mata 1,7 milhão de pessoas a cada ano no mundo, das quais cinco mil no Brasil. Essas e outras informações estão numa matéria que fiz para a Revista Problemas Brasileiros, bem como um pouco da história dessa doença e os avanços no seu tratamento.

Tuberculose: um bacilo invencível?

A cura existe há mais de 60 anos, mas a "peste branca" resiste às tentativas de controle

EVANILDO DA SILVEIRA

Com registros de existência que datam de cerca de 6 mil anos e cura conhecida há mais de 60, a tuberculose continua a ser, até hoje, um grave problema de saúde pública em muitos países e a doença infecciosa que mais mata no planeta. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um terço da humanidade está contaminado e, desses 2 bilhões de pessoas, a cada ano 9 milhões desenvolverão a doença e 1,7 milhão morrerão – em outras palavras, um indivíduo a cada 18,5 segundos. No Brasil, apesar de os números virem caindo discretamente, estima-se que haja 60 milhões de contaminados, com 110 mil novos casos e 5 mil mortes por ano. Diante desse quadro, autoridades de saúde do mundo todo, lideradas pela OMS, vêm lutando para controlar e debelar o avanço da enfermidade. Leia mais...

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Evanildo, gostei de conhecer o blogue. Voltarei apra olhar com mais calma.
    Maria

    ResponderExcluir